FLUIR - O caminho da não resistência


20 Jan
20Jan

FLUIR

A ideia de que podemos largar o controle e deixar que tudo flua em consonância com a sabedoria infinita do nosso "eu superior" é um dos maiores desafios do ser humano.

No taoismo, o conceito de Wu Wei reflete de alguma forma esta ideia, esta libertação.

A melhor forma de desbloquear uma situação por vezes não é lutar, espernear, forçar, empurrar, puxar, fazer... é simplesmente "não fazer", permitindo que o caminho se revele. 

O que está ao nosso alcance, deve ser feito, mas sem esforço. O esforço deve ser evitado e é sinal de que as coisas não estão a fluir. 

Quando há esforço, algo dentro de nós está em conflito (e consequentemente no exterior) e enquanto isso acontecer, não haverá resolução e magia.
Se relaxarmos, desligarmos e nos desapegarmos das razões (tantas vezes inconscientes) que criam resistências, O NOVELO DESENROLA-SE, por dentro e por fora.
Por vezes, algo não flui porque desejámos algo mas no entretanto alguma "negatividade" emergiu em relação a isso no nosso interior.
Consequentemente, manifestámos uma realidade que nos parece contrastar com os nossos desejos iniciais.
Isso serve para percebermos onde estava a impureza, a negatividade e a resistência ao nosso próprio sonho.

Para dar um exemplo concreto:

Eu quero um Porsche. Desejo um Porsche. Penso e idealizo o meu Porsche. Sinto a minha vida nova com o meu Porsche novo.
(A Porsche devia estar a pagar-nos por este exemplo :))
Tento libertar-me desse desejo esperando e confiando que ele se manifestará na minha realidade física de forma mágica e inesperada (serendipidade).
Em vez disso, conheço alguém que tem um carro com 20 anos a cair aos bocados e que me diz que nunca terá dinheiro para comprar um carro novo. 

Devemos tentar entender que o Universo nos está a mostrar de forma muito clara onde está o "nó";  na falta de confiança e na falta de merecimento (medos - questões com a abundância no passado).
Podemos então libertar-nos desse "espelho", perceber, re-clarificar e reforçar a confiança, eventualmente aceitando que aquela resistência já não nos serve. 

A pior reação à falta de magia na nossa vida é a desilusão.
A desilusão é uma responsabilidade nossa... por deixarmos de acreditar.
Quando deixamos de acreditar, nada de bonito acontece.

Resumindo... alegria, fé, confiança, sonhos... alinhados com o nosso "eu superior".
Fazer apenas o necessário do nosso lado (que não requeira esforço).
Libertar e integrar o "Wu Wei".

ESPERAR PARA VER COM CURIOSIDADE E TRANQUILIDADE.
Verificar se há manifestações negativas e contrastantes.
Aprender com isso.
Retificar internamente.
Repetir.

Imagem: eskipaper.com

04Jan
Comentários
* O e-mail não será publicado no site.